domingo, 25 de julho de 2010

Chegando aos 30

Estou desde ontem à noite tentando analisar minha última década, mas vejo que não tem como fazer isso.
Foram tantas mudanças de opiniões, tantas experiências, tantas definições...
Tantos amigos feitos, tantas amizades desfeitas... Mortes, nascimentos...
Enfim, vários ciclos dentro de um mesmo ciclo.
Hoje, pela segunda vez, alguém me disse que a fase dos "30" é a melhor que uma mulher pode viver.
Será?
Bom... Faz menos de 24 horas que entrei nela, digamos que ainda não tenho nenhuma opinião formada... hehehehe.
Eu penso, no momento, que toda fase, ou década, é importante para o crescimento pessoal de cada um, e não apenas das mulheres. Cada uma tem sua particularidade. Vamos ver o que a terceira década da minha vida me reservou.

sábado, 17 de julho de 2010

As mudanças e seus primeiros resultados

Nossa! Quase dois meses sem escrever!!!
Hora de atualizar, né?!

Então, como tinha dito antes, mudanças estavam para acontecer e aconteceram. Minhas expectativas de que tudo iria melhorar se concretizaram.
Creio que já não possuo mais a barreira entre mim e os outros.
Sim, outros ares me auxiliaram nisso!
Apesar de estar somente há um mês e meio no emprego novo, parece que já trabalho lá há anos... Já criei uma intimidade legal com minhas colegas de trabalho, algumas, inclusive, do antigo emprego.
Também já perdi o medo de sair nas ruas... Talvez ter me colocado numa situação de "teste" da minha segurança dentro do local de trabalho seja o principal motivo para eu ter novamente a confiança de enfrentar as pessoas fora dele.
Enfim, aos poucos as coisas estão entrando nos seus eixos.
E espero que continuem assim...

Escutando no momento:
"Seres Tupy" - Ney Matogrosso / Pedro Luís e a Parede